É timidez ou violência?


Você conhece ou foi uma criança que ficou no cantinho, não dando nenhum trabalho e ouvindo falas como: "nossa como elu é comportade", isso quando, por acaso, foi notade?


Ou ume adolescente que não questionava nada na aula, passando a impressão de ser tímide? Ou ume adulte que quando começa a trabalhar guarda suas ideias, suas falas para si em uma reunião e vê tantos outros se desenvolverem e você ficar para trás?


Se você não se vê nestes exemplos, consegue lembrar de alguém do seu lado ao longo da vida que tinha essas características ou o silêncio du outre nunca é ouvide? Te garanto que dentro dessa falta de som tem muitas palavras, barulho e muitas coisas não ditas.


Pensar que, nesse mundo cheio de binarismos, tudo acaba sendo dividido entre introspectivos e extrovertidos. Qual grupo vai ter mais possibilidades? E existem só essas duas formas?


Será que é apenas questão de personalidade ou são as não permissões de existências e silenciamentos durante sua vida? Os não lugares que você viveu na infância, ver que quem se expressava e tinha voz não tinham nenhuma semelhança contigo? E se você já ouviu tantos "nãos" que não aguenta mais tentar gritar? Esse silêncio da criança no cantinho, é a "paz" que sufoca suas ações?


Quantas pessoas passaram invisíveis pela sua vida, não te "dando trabalho". Quantas violências o silêncio das pessoas carregam?


São margens ou será que são tantos de nós? Um dia li de Monique Evelle que ela não era tímida, mas sim silenciada, e me fez muito sentido. Essa frase é muito potente, pois liberta quem passou uma vida achando que não há espaço ou voz.


Espero que liberte você também.


#descriçãodaimagem : fundo branco com textura similar a de papel amassado. No centro e na parte superior, está localizada os créditos da imagem, autora do texto "Ana Albuquerque" e a Tag: Psicologia. Na lateral superior esquerda, há a uma ilustração de uma flor em laranja. Essa flor é similar a um galho com folhas. Na lateral superior direita, há ilustrações de balões de fala, que descem até a regula central direita da imagem, ligando com a ilustração de uma criança sentada em um banco, de frente a uma escrivaninha. A criança está de costas, é branca, loira, está de blusa branca curta e jardineira jeans. A jardineira vai até a altura do joelho e é um shorts. A criança utiliza uma sandália de plástico vermelho e está segurando um urso marrom em suas mãos. A escrivaninha é uma colagem digital, não fazendo parte do cenário retirado da imagem da criança.


Na região central e justificado à esquerda, há o título do texto: "É timidez ou violência?". Na lateral inferior esquerda, há uma forma orgânica em rosa. Sobreposta a ela, está posicionada a logo clínica do Canto Baobá. Na parte inferior central da imagem, há uma forma orgânica em marrom, parecendo um caracol.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo