top of page

Você conhece esses tipos de violência contra a mulher?

Mansplaining


Ocorre quando um homem, em diversas situações, como no trabalho, discussões políticas ou encontros sociais, explica algo de maneira simplista para uma mulher, mesmo quando ela tem conhecimento e experiência sobre o assunto.


Essa forma de violência é uma manifestação de sexismo que desvaloriza a expertise e a experiência das mulheres, reforçando a noção de que elas são menos capazes ou inteligentes do que os homens.


Bropriating


Termo usado para descrever quando um homem injustamente se apropria das ideias ou contribuições de uma mulher. Essa conduta contribui para a perpetuação da desigualdade de gênero. Alguns exemplos: ignorar as contribuições de uma mulher durante uma reunião ou apresentação, assumir o crédito pelo trabalho de uma mulher a fim de receber as recompensas e benefícios.


Esse comportamento cria um ambiente desfavorável para as mulheres expressarem suas ideias e se envolverem de forma ativa em discussões e projetos, que podem acabar prejudicando sua carreira e restringindo suas oportunidades de crescimento.


Gaslighting


Padrão abusivo de comportamento que visa manipular e fazer uma mulher duvidar de sua própria percepção, memória e sanidade. É uma forma de abuso psicológico que deixa a vítima insegura, confusa e vulnerável, diminuindo sua autoestima e confiança.


Essa manipulação distorce a realidade, levando a vítima a questionar sua sanidade ou acreditar que está errada. O gaslighting pode ocorrer em diversos tipos de relacionamentos, como entre parceiros românticos, amigos, familiares e em ambientes profissionais.


A violência contra a mulher pode acontecer de diversas formas e em vários ambientes. Quando falamos de violências estruturais, também dialogamos e lidamos com comportamentos que estão tão enraizados no cotidiano e que muitas vezes não são percebidos como violência. Mas são!


A violência verbal e psicológica acaba por minar a autoconfiança das mulheres, gerando em diversos casos as sensações de insegurança, diminuição e silenciamento.


Mas como evitar a reprodução da violência de gênero?


O primeiro passo é se atentar em algumas práticas que acontecem de forma constante e identificá-las, para que em um segundo momento, possamos criar mecanismos para combatê-las.


Algumas das violências psicológicas mais comuns quando falamos em violência de gênero no mercado de trabalho (mas que atravessam outras relações) estão listadas no post acima.


Conhecimento é poder: nos ajude para que essas informações cheguem ao maior número de pessoas possíveis!

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn - Black Circle
  • Creme e Preto Maquiagem Natural Beleza L
bottom of page