top of page

Você tem consciência nos seus relacionamentos?

Você já ouviu falar de responsabilidade afetiva?

Ela se refere à capacidade de cuidar e zelar pelo bem-estar emocional de outras pessoas com as quais temos relações afetivas, sejam elas amorosas, familiares, de amizade e até mesmo profissionais.

São parte deste cuidado atitudes como ouvir com atenção, respeitar e valorizar os sentimentos da outra pessoa.


Mas para que isto possa acontecer é importante desenvolver consciência sobre o que se faz e o que se diz na relação e quais os impactos disso para quem nos relacionamos e para nós mesmes.

Neste sentido, para construir e zelar pela conexão, dizer o que se sente e pensa de forma sincera e direta é essencial para conhecer a si e a outrem.

Do contrário, se recusar a falar, fazer chantagens e joguinhos somente atrapalham a comunicação.


No contexto amoroso, a responsabilidade afetiva permanece relevante para diferentes tipos de vínculo, seja uma relação monogâmica ou não-monogâmica, um namoro ou uma relação entre ficantes.


Quando nos envolvemos emocionalmente com alguém, assumimos uma responsabilidade sobre seu bem-estar emocional, não podemos simplesmente deixar a pessoa quando não estivermos mais interessades na relação, é preciso conversar sobre isso.


No entanto, a responsabilidade afetiva não deve ser confundida com a obrigação de satisfazer todas as necessidades da outra pessoa ou de assumir responsabilidades que não nos pertencem.

É necessário reconhecer nossos próprios limites e respeitar os limites de quem nos relacionamos, para que a relação seja saudável e equilibrada.


E ainda, não se trata de responsabilidade quando se imagina coisas na relação em que outra pessoa não tenha tido uma atitude correspondente, por exemplo: uma pessoa que sempre disse de forma direta a alguém com quem namora que não deseja se casar, não é responsável caso essa pessoa se decepcione por não se casar com ela, uma vez que não foram alimentadas expectativas em relação a isto.


Responsabilidade afetiva é compartilhada pelas duas ou mais partes envolvidas!


Por fim, é importante lembrar que a responsabilidade afetiva não é uma via de mão única, ela é compartilhada pelas duas ou mais partes envolvidas na relação! E sendo uma via de mão compartilhada, deve-se assumir a responsabilidade pelo bem-estar emocional e trabalhar juntes para construir uma relação de confiança e respeito mútuo.



12 visualizações0 comentário

Comentários


  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn - Black Circle
  • Creme e Preto Maquiagem Natural Beleza L
bottom of page