top of page

Direito ao lazer seguro

Sete em cada dez mulheres têm medo de assédio no Carnaval


Informação foi divulgada pelo Instituto Locomotiva nos faz pensar: Quem tem direito ao lazer seguro?


Assunto comentado há anos, o assédio em blocos de carnaval e demais festividades continuam ocorrendo ano após ano.


Uma pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva e QuestionPro e divulgada pela Agência Brasil, revelou que, no Brasil, 50% das mulheres já foram vítimas de assédio sexual durante o carnaval enquanto 73% delas têm medo de viver essa situação novamente ou pela primeira vez. Os números são ainda mais altos entre mulheres negras, chegando, respectivamente, a 52% e 75%.


Enquanto movimentos de conscientização como “Não é não!” e “Respeita as Mina!” são criados para combater a reprodução de assédio, os comentários nas redes sociais que condenam a roupa ou comportamento da vítima ainda são presentes. Mesmo que, em maioria, os blocos de carnaval sejam eventos lotados, com clima quente e muita dança: A decisão da mulher em vestir roupas frescas e confortáveis para a ocasião ainda parece ABSURDO para parte da população.


Este ano, o Carnaval de Belo Horizonte contará com uma base de apoio para vítimas de importunação sexual. (fica aqui o nosso apelo para mais iniciativas como essa em todos os estados) O local, além de prestar acolhimento, contará com atendimento psicológico e jurídico para as vítimas.


ASSÉDIO SEXUAL É CRIME!

Caso seja vítima de violência ou assédio sexual, disque 180 para denunciar.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn - Black Circle
  • Creme e Preto Maquiagem Natural Beleza L
bottom of page