top of page

Terapia em família?

Primeiro: o que é família?


Podemos pensar na família como um grupo, não necessariamente consanguíneo, que tem o papel de intermediar o contato do indivíduo com o ambiente social. Essa é a primeira referência do que será a realidade externa, com seus princípios, ensinamentos e cuidados.


Assim como qualquer grupo, a família é formada por vínculos inconscientes que unem seus membros de formas diferentes, podendo ser saudáveis ou adoecidos.


Quando há um tipo de vínculo extremamente rígido, pode-se perceber uma falta de elasticidade para aceitar o indivíduo dentro do contexto familiar.


Um dos principais motivos que podem levar uma família à terapia familiar é a dificuldade de comunicação, o falecimento de um dos membros ou questões relacionadas a um dos familiares que envolvem questões não conhecidas pela família: por isso a importância de um atendimento voltado a essas relações!


Na Terapia Familiar, frequentemente, encontramos alguém que é o "porta-voz" do sintoma, como se essa pessoa fosse a responsável por todo o sofrimento da família. No entanto, essa pessoa muitas vezes apenas denuncia um problema muito mais profundo que está relacionado à dinâmica dos vínculos familiares.


Portanto, a terapia familiar visa focar no grupo familiar como um todo, não apenas em uma pessoa especificamente.


Mas afinal, qualquer família pode fazer terapia familiar? Sim! Independente de consanguinidade, de como a família é formada e do número de integrantes do grupo, o importante é que todos os membros estejam de acordo com a terapia.


Como a terapia familiar funciona? Primeiramente, é importante frisar que é de extrema importância que todos os familiares estejam de acordo e engajados na terapia. Não é possível "obrigar" alguém a fazer psicoterapia. No ambiente da clínica, além de proporcionar um ambiente seguro para o diálogo entre a família, o terapeuta também pode utilizar jogos e atividades com a finalidade de conhecer e analisar os vínculos inconscientes.


Como a terapia familiar pode ajudar? A terapia abre o diálogo para a análise do contexto da família e do que une o grupo, permitindo a renegociação dos papéis e a ampliação dos ideais familiares. Além disso, o terapeuta pode ajudar a família a se conscientizar e a se (re)estruturar em relação a assuntos desconhecidos anteriormente.

1 visualização0 comentário

コメント


  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • LinkedIn - Black Circle
  • Creme e Preto Maquiagem Natural Beleza L
bottom of page